-

A cigarra, a formiga e o seu negócio

Sazonalidade. O termo se refere ao período em que a demanda tem uma grande variação e que representa desafios e oportunidades e de para o varejo. Mas a exemplo do que ocorre na fábula de Esopo, só aproveita ao máximo essa oportunidade quem está preparado. Senão, o “comerciante cigarra” vai ver o consumidor gastar na loja do “concorrente formiga”.

Ao pensarmos em sazonalidade fazemos ligação com datas como Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados, entre outras. Porém, nos aproximamos de eventos que podemos colocar na categoria supersazonalidade: a Copa das Confederações em 2013, a Copa do Mundo em 2014 e a Olimpíada em 2016.

Seja para uma data ou evento, temos de insistir na recomendação: planejamento, sem o qual o varejista não dará conta do aumento de público nessas ocasiões.

Um dos pontos a serem pensados é a equipe. O empresário precisa analisar se terá de contratar funcionários temporários para suprir a demanda e treinar o pessoal para lidar com clientes de culturas diferentes.

Revise a oferta de produtos. O estoque deve ser reforçado para não perder vendas por falta de mercadoria e precisa ser adaptado, com itens temáticos, souvenires e convenientes aos consumidores da ocasião. Mas faça o cálculo com cuidado para não superdimensionar a demanda e sobrar produto. Encalhe é prejuízo. Lembre-se das vuvuzelas na Copa de 2010. O Brasil foi desclassificado e o interesse nas cornetas desabou.

Uma adequação do ponto de venda é bem-vinda. Se a loja estiver organizada e decorada conforme o evento, a possibilidade de atrair clientes aumenta. Adaptações no espaço físico podem evitar filas e facilitar a circulação de clientes.

Com um público maior, lembre-se da segurança. A possibilidade de perdas aumenta com mais gente na loja. Estude contratar seguranças para o período do evento. Avalie ainda modernizar o sistema de proteção.

Divulgar seu negócio é importante. O consumidor precisa saber que sua loja existe e o que oferece. Faça promoções. É hora de aparecer para o público de uma forma mais ostensiva.

Na fábula, a formiga sobreviveu ao inverno rigoroso porque aproveitou o trabalho no verão. No mundo dos negócios, tudo deve ser pensado antes, pois é a preparação que fará a diferença no seu caixa.